Nove shows nacionais animam a 35ª Oktoberfest de Santa Cruz do Sul

Nove shows nacionais animam a 35ª Oktoberfest de Santa Cruz do Sul (Foto: Reprodução/Oktoberfest 2019 Santa Cruz do Sul)

Uma das maiores festas alemãs do Rio Grande do Sul mantém a tradição de grandes shows nacionais. Na noite desta segunda-feira, 6, a Associação de Entidades Empresariais de Santa Cruz do Sul (Assemp) e a Coordenação Executiva da 35ª Oktoberfest apresentaram os nove shows nacionais que vão animar a Festa da Alegria, de 9 a 20 de outubro, em Santa Cruz do Sul. São eles: Zé Neto & Cristiano, dia 10 de outubro (quinta-feira); Vintage Culture, Vitor Kley e Jerry Smith, na sexta-feira, 11 de outubro; Fernando & Sorocaba, Felipe Araújo e Hungria, no sábado, 12 de outubro; e finalizando com Marília Mendonça e Dilsinho, na sexta-feira, dia 18. “Serão quatro noites de shows, com atrações de diversos estilos, que prometem atrair um grande público ao Parque da Oktoberfest”, destaca o presidente da Assemp, Léo Henrique Schwingel.

Com a parceria da GDO Produções, de São Miguel d’Oeste (SC), e Django, de Lajeado (RS), as apresentações, a exemplo de anos anteriores, acontecem na Arena de Shows montada junto ao campo do Estádio Municipal, dentro do Parque da Oktoberfest. Cada artista fará um show, com duração média de uma hora cada, com início sempre às 22 horas, em ordem a ser divulgada posteriormente. As vendas dos lotes promocionais para as áreas de Pista, Pista VIP, Camarote e Backstage, iniciaram nesta quinta-feira, 9, e seguem até o 13 de maio, com valores inalterados. “Não temos limite para este primeiro lote. Serão cinco dias de vendas com o mesmo valor, que pode ser parcelado no cartão de crédito”, destaca Schwingel.

Ingressos

A comercialização dos ingressos iniciou nesta quinta-feira, dia 09 de maio. O primeiro lote promocional terá os valores de Pista a R$ 110,00 (inteiro), R$ 55,00 (meio) e R$ 55,00 (solidário); Pista VIP (em frente ao palco) R$ 120,00; Camarote Coletivo R$ 120,00; e Backstage R$ 260,00. Confira os locais de venda de ingressos da Oktoberfest 2019 de Santa Cruz do Sul.

Saiba mais sobre as atrações:

Zé Neto & Cristiano

Naturais de São José do Rio Preto (SP), Zé Neto e Cristiano se conhecem desde os três anos de idade. Apaixonados pela música, ambos seguiram caminhos diferentes em suas vidas. Até que em 2011, os dois amigos se reencontraram e estabeleceram a parceria pela busca do mesmo sonho: cantar. A partir daí, o trabalho árduo trouxe o amadurecimento artístico na carreira da dupla que lançou dois álbuns até 2014. Em 2015, os sertanejos alcançaram definitivamente a consagração nacional com o lançamento do terceiro CD e primeiro DVD da carreira. Com direção de vídeo do experiente Fernando Trevisan Catatau, e produção musical do consagrado Jenner Melo, o CD/DVD traz 22 faixas sendo uma regravação, a canção Diz Pra Ela, e 21 inéditas.

Vintage Culture

Ruiz Hespanhol, mais conhecido como Vintage Culture é um DJ e produtor brasileiro de música eletrônica do gênero house music. Sua rápida ascensão ocorreu com o lançamento de versões como Blue Monday do New Ordem e Another Brick in the Wall, de Pink Floyd, que viralizaram na rede junto com as versões de Bete Balanço, do Cazuza, e Bidolibido, de Fernanda Abreu. Em 2015, Vintage Culture apareceu em #118 na lista de TOP DJs da revista britânica DJ Magazine e em #2 na lista de melhores DJs brasileiros da House Mag. Em 2017, vintage apareceu em #31 na revista DJ Magazine. Além disso, foi eleito o DJ #1 na lista da House Mag em 2016.

Vitor Kley

Depois de conquistar o Brasil com a música O Sol, Vitor Kley varre o país inteiro com seus shows e uma energia ímpar. Logo após o lançamento do hit, em 2017, o single viralizou de forma orgânica. Nomes como Neymar, Gabriel Medina, Luciano Huck, Ronaldo Fenômeno, Cauã Reymond e Hugo Gloss postaram algo relacionado ao som em suas redes sociais e o cantor conquistou o público. Sucesso consolidado, o clipe da música ultrapassa a marca dos 105 milhões de visualizações no YouTube. Vitor compôs sua primeira canção ainda criança, quando tinha apenas 10 anos. Na bagagem, dois álbuns lançados de forma independente: Eclipse Solar (2009), com a produção de Déio Tambasco, e Luz a Brilhar (2012), produzido por Armandinho, um dos grandes expoentes do reggae brasileiro e seu padrinho musical.

Jerry Smith

Rodrigo, natural da Bahia, começou sua carreira como cantor de funk em 2012, ao lado de Isaac Daniel Junior, conhecido como MC Zaac, com quem deu início ao duo MC Zaac & Jerry. A música de estreia foi lançada com o título de Nos Fluxos, mas o sucesso veio com o lançamento do single Bumbum Granada, no final de 2015 e alcançou a primeira posição nacional nas paradas musicais do Spotify e do iTunes no ano de 2016. No final do mesmo ano, o grupo se dissolveu, e tanto Zaac como Jerry Smith decidiram seguir carreiras solo. Jerry Smith então lançou duas músicas de sucesso com a produção e videoclipe de KondZilla, intituladas Na Onda do Beat e Pode Se Soltar, esta última em um subgênero conhecido como arrocha-funk. No Facebook, tem mais de 900 mil fãs. O clipe oficial da música Vou falar pra tu tem mais de 62 milhões de visualizações no YouTube.

Fernando & Sorocaba

A dupla se conheceu há dez anos. Eles foram apresentados por amigos em comum e após conversarem e tocarem algumas músicas juntos, perceberam que tinham afinidade musical e resolveram formar uma dupla. Fernando & Sorocaba lançaram seu mais novo projeto, intitulado “O Chamado da Floresta”, no final de julho de 2018, em meio a uma floresta plantada, no interior de São Paulo. O novo DVD tem as participações especiais de Maiara e Maraísa, Ludmilla, Mano Walter e Vitor Kley. O local foi escolhido por sua estética, pelo desenho da plantação e por seu propósito tecnológico e ambiental. O álbum tem uma proposta sustentável – que te faz pensar sobre o ‘seu papel no mundo’ – mas ao mesmo tempo futurista, com efeitos especiais.

Felipe Araújo

Felipe Araújo nasceu em Goiânia, em 1995. Cresceu em um universo musical sendo influenciado pela presença de cantores sertanejos na família e desde criança demonstrou ter aptidão para música. Iniciou a sua carreira aos 15 anos e depois de integrar duplas com João Pedro e com amigo Zé André, Felipe Araújo atendeu ao pedido do pai e decidiu seguir carreira solo em 2015. Um ano depois, gravou o primeiro DVD de sua carreira em Goiânia, o “1dois3”, com destaque para os sucessos: A Mala é Falsa e Chave Cópia que contam com 180 milhões e 41 milhões de visualizações no Youtube, respectivamente. Em setembro de 2018, a música Atrasadinha atingiu mais de 200 milhões de views e se manteve em 1 º lugar no YouTube, Spotify, Deezer, ConnectMix e Crowley.

Hungria

Nascido em Brasília no dia 26 de maio de 1991, Gustavo da Hungria Neves começou a compor aos oito anos e aos 14 já lançava sua primeira música – Hoje tá embaçado, que em pouco tempo já contabilizava 120 mil visualizações. O rapper Hungria, como ficou conhecido, tem marcas invejáveis na Internet: são mais 1,4 Bilhão de visualizações, mais de 6,3 milhões de inscritos no canal oficial do Youtube, no Instagram são mais de 4,2 milhões de seguidores e no Facebook 4,2 milhões de fãs curtem sua página. A canção Trinca os Graves atingiu mais de 5 milhões de visualizações e Bens Materiais ultrapassou os 6 milhões de acessos. Com estilo inovador e um ritmo originalmente gringo, Hungria conquistou o público com músicas que retratam a vida dos jovens, baladas, relação com dinheiro e conquistas materiais e inspiradas em artistas internacionais como Justin Timberlake, Snoop Dogg, Eminem, entre outros. Com sucessos como Cama de Casal, Carruagem, Zorro do Asfalto, Detalhes, e outras, Hungria apresenta marcas significativas com uma agenda de shows que percorre cidades de todos os cantos do país.

Marília Mendonça

Ainda menor de idade, Marília Mendonça começou a se destacar como compositora. Em 2015, aos 20 anos, gravou seu primeiro DVD, com direção musical de Eduardo Pepato e direção de vídeo de Fernando Trevisan, o Catatau. Quando lançou este trabalho, impressionou o Brasil, de lá saíram sucessos que foram destaques nacional, como Sentimento Louco e Infiel, esta última foi uma das músicas mais cantadas e tocadas do ano de 2016. Neste mesmo ano, lançou seu segundo DVD intitulado de Realidade, que teve no repertório músicas inéditas, como Eu Sei de Cor. Marília tem viajado o Brasil com o projeto Todos Os Cantos, cujo conteúdo será lançado como o terceiro DVD da carreira da cantora.

Dilsinho

Dilson Scher, o Dilsinho, vem se firmando como o novo fenômeno do samba pop romântico nacional. Com shows cada vez mais lotados e com o público cantando em coro seus sucessos, Dilsinho foi Disco de Ouro com o single Refém, e figura no TOP 200 Chart Streaming da ABPD. Não existe ninguém do segmento pop romântico no Chart, apenas ele. Em Outubro de 2018 lançou Péssimo Negócio, o primeiro single do seu novo DVD. Em fevereiro de 2019, lançou seu primeiro DVD Terra Do Nunca (Ao Vivo) com participações dos artistas Ivete Sangalo, Sorriso Maroto, Ferrugem, Mumuzinho, Léo Santana, Luan Santana, Kevinho e Dennis DJ.

Com informações da Oktoberfest Santa Cruz do Sul.

Seja o primeiro a comentar

Faça um comentário

Seu e-mail não será divulgado.


*